Localização
Seia (Concelho)
Investimento
1.321.018,77 €
2015 - 2015

Remediação Ambiental na Área Mineira de Fontinha

Concluídos

A antiga área mineira de Fontinha situa-se na freguesia de Girabolhos do concelho de Seia, distrito da Guarda. A área envolvente do jazigo está inserida no Planalto Beirão, numa zona moderadamente acidentada, com cotas a variar entre 400 e 430 metros. Localmente, a mina situa-se em encosta de declive pouco acentuado para W, a cotas médias de 410 m. É um local ermo, relativamente afastado de povoações, rodeado de pinhal e mato, não existindo a jusante quaisquer tipos de agricultura.

A exploração decorreu durante os anos de 1989 a 1991 e foi efetuada a partir de uma corta a céu aberto com cerca de 120 m de comprimento, 40 m de largura e 30 m de profundidade. Cerca de 5.000 ton de minério pobre foram transportadas para a mina da Quinta do Bispo. A mina produziu cerca de 26.841 Kg de U3O8, contidos em minérios com teor médio 0,09% de U3O8. Não houve qualquer lixiviação de minério no local da mina.

A obra de remediação ambiental desta área mineira consistiu nas seguintes atividades principais:

  • Desmatação das áreas de intervenção e demolição parcial das vedações que possam interferir com o normal desenvolvimento dos trabalhos e que se verifiquem desnecessárias do ponto de vista da segurança no local de trabalho;
  • Esvaziamento da corta mineira através de bombagem e descarga na linha de água;
  • Preparação da corta (estabilização dos taludes e regularização da base) para receção dos materiais contaminados;
  • Remoção de eventuais entulhos existentes no interior da corta mineira que atualmente se encontram submersos;
  • Tratamento dos materiais existentes no interior da área mineira, através do seu reacondicionamento num depósito final. O local de depósito definitivo, selecionado para a deposição dos materiais de escombreira existentes é o antigo céu aberto existente no interior da área mineira;
  • Execução de sistema de drenagem provisório (valeta perfilada no terreno) para evitar a dispersão de radionuclídeos através das águas pluviais;
  • Drenagem definitiva da zona do depósito, para proteção do pé do talude e da superfície do próprio depósito, tendo em conta as águas de escorrência superficial;
  • Integração paisagística das áreas intervencionadas, incluindo a beneficiação de caminhos, implementação de um plano de sementeira e de plantações com recurso a espécies autóctones e a concretização do plano de sinalética.

Esta empreitada foi adjudicada à Conduril – Engenharia, S.A. por 1.321.018,77 € e teve a duração de 180 dias.

O investimento realizado foi co-financiado pelo Programa Operacional da Valorização do Território no âmbito do QREN, permitindo atingir a redução dos riscos de segurança, dos riscos ambientais e radiológicos e, simultaneamente, uma melhoria da paisagem envolvente, além da recuperação de áreas que antes se encontravam inutilizadas pela deposição de escombreiras associadas à atividade mineira e que hoje poderão ser utilizadas para outros fins.

povt-qren-uev3
  • Céu aberto e escombreira

  • Escombreira de estéreis

  • Vedação do céu aberto

  • Vedação e placa de sinalização

  • Placa de sinalização

  • Esvaziamento do céu aberto

  • Fase final de esvaziamento

  • Deposição de material no céu aberto

  • Fase final da deposição

  • Vedação e placa de obra

  • Aspeto final da modelação e drenagens

  • Aspeto final da área