localização
Guarda e Pinhel (Concelhos)
investimento
3.181.132,67 €
2015 - 2015

Remediação Ambiental da Área Mineira do Prado Velho

Concluídos

A antiga mina do Prado Velho situa-se na freguesia de São Pedro do Jamelo e Pínzio, nos concelhos de Guarda e Pinhel, distrito da Guarda.

A exploração de urânio nesta mina decorreu de 1976 a 1982 e foi, inicialmente, em lavra subterrânea. No entanto, por razões técnico-económicas, foi reconvertida para exploração a céu aberto. Paralelamente, efetuou-se um outro céu aberto na parte NW do jazigo, que foi aterrado. Mantém-se a corta de maiores dimensões, que ocupa uma área aproximada de 18.000 m2, encontrando-se parcialmente inundada com cerca de 70.000 m3 de água retida. Foram explorados cerca de 35.211 ton de minério, com teor médio de 0,16% de U3O8, que produziram 59.655 Kg de U3O8.

A empreitada de remediação ambiental da mina do Prado Velho, a qual incluiu também a mina do Forte Velho e a Antiga Fábrica de Rádio do Barracão, consistiu nas seguintes atividades principais:

  • Preparação da corta para aterro;
  • Total enchimento da corta com materiais das escombreiras envolventes;
  • Criação de célula de deposição confinada para materiais provenientes de outras minas e de materiais resultantes da descontaminação da área da Antiga Fábrica do Barracão (total de 255.000 m3);
  • Manutenção de espelho de água no interior da corta, com capacidade total de 18.000 m3;
  • Recuperação paisagística.

O volume total de solos locais que foram transportados para o depósito confinado criado na corta, é da ordem dos 209.904 m3, a que se somaram cerca de 2.200 m3 de materiais de demolições de estruturas/ruínas de alvenaria de pedra, tijolo e betão, provenientes do Prado Velho, Forte Velho e Fábrica do Barracão, os quais foram britados no Prado Velho em unidade de britagem móvel. Àquele volume, acresceram cerca de 50.000 m3 de materiais provenientes de outras minas e cerca de 21.500 m3 devidos à selagem superficial (argila+brita+solo+terra vegetal). Na corta, ficaram acondicionados cerca de 255.000 m3.

A área total de ocupação da deposição de material é de 14.200 m2. A altura acima do terreno, após selagem, varia entre 3 e 5 m, registando-se o maior valor na extremidade norte.

Esta empreitada foi adjudicada à Oliveiras Empreiteiros, S.A. por 3.159.628,58 € (incluindo Forte Velho e Antiga Fábrica de Rádio do Barracão) e teve a duração de 238 dias.

O investimento realizado com esta intervenção foi co-financiado pelo Fundo de Coesão e permitiu atingir os objetivos propostos para estas antigas áreas mineiras, permitindo alcançar redução dos riscos de segurança, dos riscos ambientais e radiológicos e, simultaneamente, uma melhoria da paisagem envolvente, além da recuperação de áreas que antes se encontravam inutilizadas pela deposição de escombreiras associadas à atividade mineira, e que hoje poderão ser utilizadas para outros fins.

povt-qren-uev3
  • Corta a céu aberto

  • Escombreira

  • Vedação de segurança