Localização
Mogadouro e Freixo de Espada-à-Cinta (Concelhos)
Investimento
500.594,50 €
2007 - 2007

Recuperação Ambiental da Área Mineira de Fonte Santa

Concluídos

A concessão da Mina da Fonte Santa, com uma área de cerca de 30 ha, localiza-se nas freguesias de Castelo Branco e Lagoaça pertencentes, respetivamente, aos concelhos de Mogadouro e Freixo de Espada-à-Cinta, incluídos no distrito de Bragança. Todavia, a área industrial (lavaria, barragem de lamas) situam-se na freguesia de Lagoaça.

A área da mina situa-se numa região bastante acidentada, onde as cotas variam entre os 400 e os 1000 metros. A área mineira propriamente dita desenvolve-se entre as cotas 400 e 550 metros.

O ínicio da concessão da mina de Fonte Santa ocorreu em 1956, tendo desde então sido explorada por várias concessões de que resultaram várias instalações de tratamento do minério de tungsténio (lavarias, tanques), cortas, galerias, zonas de escombreira e locais de desmonte. Os trabalhos desenvolveram-se ao longo do ribeiro da Ponte, com ocupação de uma área de cerca de 30 ha e uma extensão aproximada de 1.500 m. A exploração da mina foi do tipo misto, com exploração principal a céu aberto mas igualmente com significativa exploração subterrânea.

A obra de recuperação ambiental desta área mineira contemplou as vertentes da segurança e do ambiente.

Em termos da segurança, as intervenções consistiram no tamponamento de todas as infra-estruturas mineiras subterrâneas existentes, assegurando a proteção de galerias mineiras, bem como no saneamento, proteção e vedação de alguns desmontes abertos à superfície, reduzindo o risco de queda de pessoas e animais e o controlo da sua entradas nestas infra-estruturas.

Na vertente do ambiente, as intervenções propostas incidiram na limpeza da parte externa da antiga barragem de “finos” da lavaria, visando a contenção da dispersão que se registava, a sua integração paisagística e atuação de contenção de algumas escombreiras dispersas junto a antigos trabalhos mineiros e na área industrial.

Esta empreitada foi adjudicada à MT3 – Engenharia e Obras, Lda. por 500.594,50 € e teve a duração de 145 dias.

O investimento realizado foi co-financiado pelo Programa Operacional da Região do Norte no âmbito do III Quadro Comunitário de Apoio e permitiu minimizar os riscos de segurança relativos às galerias, desmontes e cortas a céu aberto que se apresentavam desprotegidos, a melhoria da segurança na barragem de finos e a atenuação dos impactes visuais e paisagísticos da área.

on_ccdrn_ue
  • Lagoa de água verde de SW

  • Galeria de desvio de águas da barragem

  • Barragem, escombreira de finos, lavaria e balneário

  • Escombreira e cortas

  • Lavaria e escombreira ravinada

  • Antigas instalações arruinadas

  • Lagoa de águas verdes e edifícios industriais arruinados

  • Galerias

  • Vista da barragem de finos

  • Atenuação de taludes

  • Montante da barragem de finos

  • Muro de jusante da barragem de finos

  • Vedações de proteção

  • Placa de sinalização