26
Fev/16

EDM – Empresa de Desenvolvimento Mineiro

Notícias
| 26 Fevereiro de 2016

A EDM – Empresa de Desenvolvimento Mineiro e a ESAN, empresa do Grupo Eczacibasi, assinaram hoje um acordo que assegurará um investimento de 7,6 milhões de euros em atividades de prospeção e pesquisa a realizar nos próximos três anos, em três áreas na Faixa Piritosa Ibérica (Alentejo).

O contrato assinado permitirá desenvolver pesquisas para determinar o potencial de cada uma das áreas para a produção mineira, investimento que poderá evoluir para o desenvolvimento de operações mineiras caso se obtenham resultados positivos, o que muito contribuirá para o desenvolvimento socioeconómico de vários municípios da região alentejana.

A prospeção, que decorrerá em cooperação pelas equipas técnicas das duas empresas, prende-se com a procura de jazigos de cobre, zinco, chumbo e outros minerais associados e passará diversas fases técnicas, nomeadamente o levantamento da geologia de pormenor, a realização de trabalhos de geofísica por diferentes métodos e, se localizada alguma anomalia, a realização de sondagens que permitam validar a identificação de eventuais jazigos minerais.

No âmbito do acordo a ESAN assume 85% das três áreas na Faixa Piritosa Ibérica, uma das principais regiões mineiras da Europa, e do respetivo investimento, sendo a EDM responsável por 15%.

Este acordo representa, no imediato, um investimento e movimento de pessoas nas áreas onde se vão realizar os trabalhos, constituindo um elevado benefício para Portugal ao nível do aumento do conhecimento da geologia do País,

A ESAN, empresa do Grupo Eczacibasi, está vocacionada para o setor mineiro de matérias-primas metálicas não ferrosas, detendo minas produtoras de zinco e chumbo, bem como de minérios não metálicos, nomeadamente, feldspato, quartzo, argilas e areias especiais, entre outras. Estas matérias-primas têm como destino as indústrias da cerâmica, do vidro, das tintas e dos materiais de construção, das quais o Grupo Eczacibasi é um dos principais fornecedores e produtores em mais de 40 países.